KnW Capítulo 158: Definitivamente é ele!


Capítulo 158: Definitivamente é Ele!

“Haah, por favor, pegue leve comigo, Shishou” (Arnold)
“Erro meu, erro meu. Em troca, faça-me alguns petiscos, ok?” (Rarashik)
“………….ok, ok.” (Arnold)

Arnold esfregou as têmporas conforme concordou impotentemente, já que desafiá-la seria perigoso. Em certo ponto, houve um incidente em que ele havia prometido fazer seus lanches, mas acabou se esquecendo de fazê-los. Daquela vez, os olhos dela tinham perdido todo o brilho enquanto ela passou meio dia disfarçando a surra que dava nele como se fosse um treino de combate.

Arnold também ajudou a arrumar o quarto dela. Depois de finalmente ajeitá-lo, ele perguntou a Rarashik.

“A propósito, você me disse para acordá-lhe agora, mas há algo que precise fazer?” (Arnold)
“Não, não realmente. É que este tsukemono tem um gosto melhor quando comido próximo a esse horário.” (Rarashik)

Quando disse isso, ela tirou um pequeno frasco de uma alcova.

“Eu estava planejando beber um pouco com isto aqui!” (Rarashik)
“………….hum, Shishou?” (Arnold)
“O que foi?” (Rarashik)
“Sua cabeça não dói de manhã por causa da ressaca?” (Arnold)
“Hmph, não fale besteiras, Arnold. Você acha que algo como uma simples ressaca poderia me fazer parar de beber álcool?” (Rarashik)

Embora ela tenha dito essas palavras definitivas com um brilho perigoso em seus olhos, o rosto de Arnold simplesmente se constrangeu exasperado.

Decidindo que não havia sentido em discutir mais, Arnold fingiu rir. Naquele momento, ele ouviu o som de alguém batendo na porta da casa. Os três inclinaram a cabeça ao mesmo tempo.

A razão para a surpresa deles era que, durante o último meio ano, ninguém jamais veio visitá-los. A interação de Rarashik com os vizinhos eram simplesmente nula.

Abaixo desta casa havia um espaço enorme que Rarashik criou, dentro do qual estavam estabelecidas inúmeras salas. Arnold e Muir viviam dentro de um dos quartos, mas esta era a primeira vez que tinham ouvido baterem assim.

“Mu……… por algum motivo eu tenho um mau pressentimento.” (Rarashik)

Rarashik falou com a cara amarrada. Ao fazer isso, Muir estreitou seus belos olhos grandes, enquanto as orelhas em sua cabeça se levantaram atentamente.

“Você não deveria dizer algo assim, Oshishou-sama. Afinal, esse é o nosso primeiro convidado desde muito tempo.” (Muir)

Depois de dizer isto, Muir respondeu aquela batida com um “Oi~ ê”. Seu lindo cabelo prateado se agitou enquanto se dirigia para a porta. Vendo isso, Rarashik e Arnold calmamente observaram.

“Desculpe-me, mas Rarashik-dono deveria estar aqui, correto?” (???)

Do outro lado da porta estava um Beastman com asas que cresciam para fora de suas costas. Muir percebeu que ele era um ⌈Birdman⌋ apenas com base em sua aparência.

“Hm? Esta voz….” (Rarashik)

Rarashik murmurou em voz baixa, enquanto seus olhos se estreitaram, e olhou para cima, em direção à pessoa que estava na entrada, para confirmar sua identidade.

“Ah sim. Um… ” (Muir)

Muir moveu seu corpo para o lado, de modo que Rarashik pudesse ver o visitante.

“Hou, este é um convidado bastante incomum. E pensar que o famoso «Thunder Lord» Barid-san iria entrar na casa de uma civil como esta.” (Rarashik)

Respondendo às palavras cheias de sarcasmo de Rarashik, Barid deixou cair os ombros com humildade.

“Por favor, pare. Comparado a você, alguém como eu ainda é o mesmo que um garoto. Mesmo que eu tenha subido de status, isso é simplesmente porque você me treinou, não é?” (Barid)

Muir se aproximou de Arnold e perguntou quem era o convidado.

“Essa pessoa é um membro dos «Três guerreiros », Barid-sama, que detém o segundo título de «Thunder Lord»” (Arnold)
“T-t-t-t «Três guerreiros»!? E-então ele é uma pessoa importante!” (Muir)
“Senhorita, por que você está surpresa? Aquela ali não é claramente uma grande pessoa?” (Barid)

Muir não ficou surpresa com as palavras de Barid. Isso porque ela estava ciente de quão grande foi a contribuição que Rarashik fizera aos beastmen. Afinal de contas, a invenção de «Binding» foi elogiada como uma dos maiores conquistas históricas dos beastmen.

“É exatamente por isso que nós preparamos uma habitação muito mais apropriada para alguém de sua estatura, em oposição a este tipo de lugar minúsculo. Mesmo agora, eu ainda não entendo por que você não aceita qualquer tipo de honra ou status, sabia?” (Barid)
“Hmph, por que eu tenho que justificar alguma coisa para você? Eu gosto deste lugar. Joias glamurosas ou honra pródiga e status não vão encher o seu estômago afinal.” (Rarashik)
“Ah, mas se for álcool, então você vai aceitá-lo certo?” (Arnold)
“Claro.” (Rarashik)

Prontamente acenando com o comentário de Arnold, Rarashik comeu o tsukemono e começou a beber o álcool. Pensando que ela de alguma forma se assemelhava a Hiiro afinal, Arnold deu um sorriso irônico. Especialmente na forma como ela foi fiel à seus próprios desejos.

“De qualquer modo, você veio para falar sobre coisas assim, Barid? Na verdade, você não está no meio de uma guerra? O que aconteceu? Você perdeu?” (Rarashik)

Ao vê-la falar com indiferença, como se fosse assuntos de outra pessoa, Barid suspirou.

“… Na verdade, é sobre a guerra. No momento, o rei retornou ao castelo.” (Barid)
“… Hã? Oi oi, você realmente perdeu a guerra?” (Rarashik)

A menos que fosse esse o caso, provavelmente não haveria qualquer outra razão pela qual o Rei voltaria durante uma guerra. Naturalmente, se tivessem vencido, teriam retornado de uma maneira muito mais grandiosa, notificando toda a cidade sobre tal sucesso.

“Não, nós não perdemos… ainda.” (Barid)
“Ainda?……Você quer dizer que, mesmo tendo formado uma aliança com os [Humas], a situação ainda é ruim?” (Rarashik)
“Seria bom se a situação fosse apenas ruim. Depois de analisar a situação com calma, a este ritmo vamos certamente ser derrotados. Não, nós na verdade já fomos forçados a recuar uma vez.” (Barid)

Os olhos de Rarashik se arregalaram de surpresa pelas palavras de Barid.

“Mesmo com a aliança… nós ainda tivemos que recuar? Depois de todo o caminho que fizemos para invadir o Continente dos Demônios?” (Rarashik)

Barid em seguida falou com um sorriso amargo.

“Sim. Uma irregularidade inacreditável apareceu, e todo mundo serviu de brinquedo para uma única pessoa.” (Barid)
“Uma pessoa? Oi oi, não me diga que vocês foram todos encurralados ao ponto de terem que recuar por um única pessoa?” (Rarashik)
“… Precisamente.” (Barid)

A sala ficou em silêncio, como se o tempo tivesse parado. Arnold também foi surpreendido depois de ouvir essa história. A guerra, na qual eles deveriam ter tido a vantagem, foi revogada devido a uma única pessoa. Depois de ouvir algo tão fora do normal, qualquer pessoa iria duvidar da autenticidade da informação.

No entanto, ao ver a expressão de Barid, era difícil pensar que ele estava exagerando ou brincando. Todos na sala entenderam que ele estava falando a verdade.

“Fu~n, e então? Você veio me pedir para dar uma mão, porque as coisas ficaram ruins?” (Rarashik)
“…” (Barid)
“… haa, sabe Barid. Você não entende que eu odeio ser usada assim nestas guerras?” (Rarashik)
“Estou ciente disso.” (Barid)
“Então você sabe que minha resposta não vai mudar, não importa o quanto você peça, certo?” (Rarashik)
“Sim. No entanto, eu gostaria que você, pelo menos uma vez, falasse com o rei.” (Barid)
“É muito chato, então eu não quero.” (Rarashik)

Como esperado, depois de ver Rarashik negar o pedido do Rei por uma razão tão frívola, Arnold se arrepiou de medo.

“Desta vez, a guerra tomou uma direção imprevista. Tudo por causa deste tal irregular.” (Barid)
“Nahaha, para ter deixado vocês confusos, ele deve ser bastante interessante.” (Rarashik)

Ao vê-la sorrir, como se estivesse se divertindo, Barid ficou um pouco mal-humorado.

“Há algo divertido sobre isso?” (Barid)
“Simplesmente significa que há sempre alguém melhor. Depois de obter «Binding» vocês todos pareciam estar felizes, mas agora vocês entenderam, certo? Mesmo que você tenha poder, ainda existirão adversários em que esse poder não funciona.” (Rarashik)
“Isso é…” (Barid)
“Apenas porque você acha que eu desenvolvi o «Binding»? Não foi para que vocês possam guerrear.” (Rarashik)
“……….. Eu entendo isto, mas-” (Barid)
“Você não entende. Você se lembra da primeira coisa que vocês disseram enquanto comemoravam quando finalmente obtiveram poder?” (Rarashik)
“………………” (Barid)
“Vocês disseram: ‘Agora podemos finalmente derrotar os [Evila]e os [Humas].” (Rarashik)

Provavelmente porque era a verdade, Barid não se opôs.

“É por isso que eu deixei de ser uma instrutora militar e me distanciei de vocês. Colocando de modo simples, eu fiquei aborrecida de ouvir seus comentários e elogios.” (Rarashik)
“E-eu entendo isso… mas, por favor, pelo menos desta vez. Por favor, fale com o Rei!” (Barid)

Quando disse isso, Barid educadamente abaixou a cabeça. Vendo um dos principais membros do seu país, Barid, o líder dos «Três guerreiros» abaixar a cabeça tão facilmente, fez tanto Arnold quanto Muir quererem desaparecer, à medida que se remexiam, inquietos.

“… Volte Barid.” (Rarashik)

No entanto, Rarashik golpeou-o com palavras frias.

“Rarashik-sama!” (Barid)
“É a guerra que vocês começaram. Não importa se vocês ganharam ou perderam, lidem com seus próprios erros.” (Rarashik)
“Kuh…” (Barid)

Decidindo que seria inútil dizer algo mais, Barid virou as costas para os três enquanto rangia os dentes. Rarashik disse uma última coisa quando viu que ele estava prestes a sair.

“Agora que penso nisso, ao menos me diga algo. Que tipo de cara era esse irregular?” (Rarashik)
“… Eu não sei. Tudo o que pude concluir foi que ele era simplesmente uma existência anormal. Ele era um [Humas] que usou uma magia estranha.” (Barid)
“Hou, um [Humas] aliado dos [Evila]? É, esta é uma situação bastante anormal. Mas, mais importante, o que você quer dizer com uma magia estranha?” (Rarashik)
“Ele usou transformação, cura, explosão e outras magias cujas origens não conseguimos descobrir.” (Barid)

Com as palavras de Barid, Arnold e Muir se contraíram.

“Ele foi capaz de resistir aos ataques do Rei e saiu ileso, usando uma parede de luz. Também destruiu uma ponte em um segundo, e até mesmo podia voar.” (Barid)
“-O oi oi, era realmente um ser humano?” (Rarashik)

Ouvindo essa história que parecia piada, o rosto de Rarashik se contraiu. No entanto, Arnold estava-

(N-não poderia ser…) (Arnold)

Por causa da resposta que havia surgido dentro dele, seu corpo involuntariamente se tornou mais quente.

“Com base na aparência, ele era humano. O Rei disse que ele tinha cabelo e olhos pretos, e usava óculos, bem como uma túnica vermelha.” (Barid)

(Hiiro!?) (Arnold)

Arnold gritou dentro de seu coração. Enquanto isso, ao lado dele Muir também parecia ter alcançado a mesma resposta, dado que sua expressão estava cheia de surpresa.

Ambos olharam um para o outro.

“Ah, ele também disse que era um menino com uma atitude incrivelmente arrogante.” (Barid)

(Definitivamente é o Hiiro!) (Arnold)

Os dois estavam certos em seus corações. Que a existência irregular de que falavam era o Hiiro Okamura que eles conheciam.

“Arrogante? Manto vermelho? Hm? Espere…… um momento?” (Rarashik)

Rarashik também ficou surpresa enquanto olhou para o rosto dos dois. E, quando os três pares de olhos se encontraram, eles assentiram com a cabeça: as suas respostas eram iguais.

“Essa é toda a informação que eu tenho. Agora, então, eu irei…” (Barid)

Então, bem quando ele abriu a porta deprimidamente-

“Espere Barid.” (Rarashik)

Ele foi chamado por Rarashik e congelou.

“O-o que é?” (Barid)

Incapaz de compreender por que havia sido subitamente parado, Barid ficou confuso conforme fez como ela pediu. Quando fez isso, os cantos da boca de Rarashik se levantaram em um sorriso—

“Eu mudei de ideia. Deixe-me falar com o Rei, Barid.” (Rarashik)


Anúncios

7 comentários sobre “KnW Capítulo 158: Definitivamente é ele!

  1. Pingback: KnW Capítulo 158 | Espreom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s