KnW Capítulo 154: Uma conversa na prisão

Parabéns pras pessoas lindas que acertaram ❤  u.u

Capítulo 154: Uma conversa na prisão

“Entendo, então a outra parte aceitou……. o que é bom. Por agora, podemos dizer que as coisas foram bem. “(Eveam)

Eveam ficou aliviada ao ouvir a resposta que havia recebido dos beastmen. Dessa forma, não haveria mais mortes do que o necessário para ambas as partes. Claro, não há como dizer o que aconteceria com [Evila] se eles perdessem.

Apenas para ter certeza, eles usaram um «Contract Roll» para o acordo e, dentro dele estava a promessa de que não matariam indiscriminadamente pessoas do lado perdedor ou fariam tais tipos de ações. Mesmo assim, a probabilidade de que eles seriam capazes de continuar a viver como estavam até agora era baixa.

“O perdedor terá que obedecer ao vencedor”. Em outras palavras, o perdedor teria que, essencialmente, se tornar subordinado do vencedor. No entanto, este acordo não era perfeito. Havia a possibilidade de a outra parte cometer suicídio e trair o vencedor.

No entanto, esta insegurança foi dissipada por Aquinas.

“Eles não vão voltar atrás em sua palavra, uma vez que tenham decidido sobre ela. Eu acredito que é o orgulho dos [Gabranth]. É por isso que, até agora, nunca houve uma situação em que eles traíram alguém. No mínimo, se o atual Rei das Feras aceitou nossa demanda, eles provavelmente irão segui-lo devido a razões sentimentais. E no caso de nós ganharmos, Sua Majestade não tem intenção de oprimi-los, certo?” (Aquinas)

“Claro.” (Eveam)

“Então, não há nenhuma necessidade de insatisfação. Tudo o que resta é tempo para nos comunicarmos com eles de uma forma que lhes permitam compreender nossas verdadeiras intenções, correto?” (Aquinas)

“Entendo… Sim, isso mesmo.” (Eveam)

“Mas, para fazer isso, precisamos vencer a qualquer custo.” (Aquinas)

“Sim, exatamente. Vamos batalhar de frente e vencer de um jeito justo e honesto!” (Eveam)

Vendo Eveam cerrar o punho fortemente, Aquinas exalou e seu rosto relaxou.

“E pensar que escolheríamos este tipo de método. A mandíbula de Marione caiu como se nunca fosse fechar novamente, sabia?” (Aquinas)

“Hahaha. Na verdade, este método foi pensado… por Hiiro.” (Eveam)

“Hiiro?” (Aquinas)

“S-Sim.” (Eveam)

O que Eveam havia exigido de Gabranth desta vez, fazia tudo parte de um plano elaborado por Hiiro. Quando ela teve uma conversa com ele, ela deixou escapar como queria resolver esta guerra pacificamente.

Naquela vez, Hiiro riu e brincou com Eveam, dizendo que ela falava muito ingenuamente. Naturalmente, Eveam entendeu o que Hiiro estava tentando dizer. No entanto, ela não poderia concordar com o que ele disse e ficou nervosa.

Depois que Eveam ficou taciturna por um curto período de tempo, Hiiro falou isto para ela.

“Não há tal coisa – uma guerra que não faz mal a ninguém. Se você quer que ninguém se machuque, então você devia dar um jeito de não haver nenhuma razão para uma guerra, pra começo de conversa.” (Hiiro)

Isso era apenas natural. Em resposta, ela disse a Hiiro que também tinha colocado muito esforço a fim de fazer isso.

“Uma vez que uma guerra comece, não há nenhuma garantia de que você pode pará-la sem baixas. No entanto, o dano pode ser reduzido dependendo do adversário. Eu tenho uma ideia. Bem, talvez eu devesse chamá-la de uma espécie de fantasia ingênua, e é um plano tolo que provavelmente poderia ser encontrado em alguns mangás de ação intensa ou algo assim, mas…” (Hiiro)

Depois de dizer isso, ele relutantemente começou a ensiná-la sobre o método que será usado no momento.

“Hou, então esta proposta ridícula foi de Hiiro, hein?” (Aquinas)

Enquanto disse isso Aquinas fez uma expressão, aparentemente, de satisfação.

“Ainda assim, eu estou surpreso que você tenha decidido seguir com este plano.” (Aquinas)

“Não podia fazer mais nada, certo? Neste ritmo, nós continuaríamos a lutar até que um de nós fosse destruído. Isso por si só já é absolutamente ruim. Sendo esse o caso, eu pensei que, se fôssemos para o território do nosso oponente, eles estariam dispostos a ouvir o que temos a dizer.” (Eveam)

“Entendo, portanto este método só é possível porque o adversário é [Gabranth], hein?” (Aquinas)

“Sim, embora este método certamente não vá acabar com absolutamente ninguém ferido, pelo menos, devemos ser capazes de sair com danos mínimos. Além disso, ao contrário de nossos adversários, a proposta é claramente desvantajosa para nós. Se formos capazes de derrotá-los, mesmo apesar disto, os nossos adversários não seriam capazes de falar nada.” (Eveam)

“Fu… você parece estar bastante determinada… Isto também é por causa de Hiiro?” (Aquinas)

“U-Umu. Bem, sim. “(Eveam)

Ela olhou para o outro lado com vergonha.

“Bem, eles certamente têm a vantagem, mas se perderem, apesar de terem estado em uma posição tão vantajosa, até mesmo os [Gabranth] teriam que reconhecer isso. Ou seja, sua própria derrota.” (Aquinas)

“Ah, Hiiro também disse isso!” (Eveam)

Aquinas encarou Eveam, que alegremente mostrou um sorriso. Percebendo seu olhar, ela rapidamente se afastou dele conforme seu rosto ficou vermelho brilhante.

“… Fuu.” (Aquinas)

Eveam viu que Aquinas tinha um sorriso que parecia ter algum significado oculto dentro dele.

“Ei, você tem algo a dizer?!” (Eveam)

“Não, você devia ser assim mesmo e continuar a mudar pouco a pouco.” (Aquinas)

Sua expressão lembrava vagamente a de um pai que cuida de seu filho carinhosamente.

\ (^ _ ^) /

(NN: Essa carinha estava na tradução dos gringos tbm, e não fazemos a menor  ideia do por que)

“Eh… O que você…?” (Eveam)

Conforme Eveam falou, Aquinas se virou e começou a andar em direção a outro lugar.

“Onde você está indo, Aquinas?” (Eveam)

“… Eu só vou dar um passeio.” (Aquinas)

Ela olhou para as costas de Aquinas, conforme ele partia.

“… O que foi tudo isso…?” (Eveam)

Ela inclinou o rosto ainda quente e vermelho em confusão.


“Funya ~, Meu corpo ainda dói Nya ~” (Crouch)

O indivíduo que disse isto enquanto estava deitado em uma palha e rolava era um dos «Três guerreiros», Crouch.

Tendo perdido para Hiiro, ele foi levado como prisioneiro de guerra e jogado na cadeia.

“Uhh ~ como esperado, meu corpo ainda está branco nya ~” (Crouch)

Olhando fixamente para sua mão, ele suspirou, já que sua pele, que deveria ser preta, estava atualmente branca como a neve.

“É o «Rebound» (NN: O refluxo, igual ao do Hiiro) de ter convocado aqueles BigShots (NN: Aqueles monstros SS que ele invocou de uma vez)de uma só vez, nya … eu posso até mesmo ficar deste jeito até a próxima lua cheia.” (Crouch)

Além disso, não apenas sua pele tinha ficado branca, sua altura também estava claramente mudada. Quando ele era preto, seu corpo era forte e alto, mas agora ele não era mais alto do que uma criança. Seu peito também tinha inchado um pouco. Era, obviamente, o corpo de uma menina.

“Uhh ~ eu estou entediado-nya ~” (Crouch)

Crouch rolou um pouco e então de repente parou. Ela então começou a se lembrar dessa pessoa. (NN: Realmente, antes falava ‘ele’ e agora fala ‘ela’…)

“… Hiiro… huh?” (Crouch)

Tendo lutado com ele, Crouch lembrava da pessoa que a havia derrotado com aquele poder avassalador.

“Manto Vermelho… Óculos… E também, aquele cheiro.” (Crouch)

Quando eles lutaram, o cheiro de Hiiro entrou em seu nariz e ela experimentou uma sensação de desconforto.

“Por que ele cheira como Tarou-nya?” (Crouch)

Infelizmente, não havia ninguém para responder “É porque eles são a mesma pessoa.” Quando ela conheceu Hiiro, ele estava disfarçado como um Beastman e se recusou a revelar seu nome real, em vez disso chamou a si mesmo Tanaka Tarou. No entanto, o seu manto vermelho, óculos e cheiro eram todos iguais.

Foi por isso que ela ficou desnecessariamente confusa. Se ela soubesse que Hiiro podia mudar sua aparência, ela saberia o motivo imediatamente, mas infelizmente, Crouch não estava ciente desse fato.

“… Aah! Esqueça! “(Crouch)

Ela rolou novamente.

“Quem se importa-nya! Mais importante, eu quero lutar com ele de novo-nya! Eu quero encontrar com Hiiro-nya!” (Crouch)

Sua voz estridente ecoou por toda a cadeia. Os outros Beastmen que foram capturado e preso lá disseram: “Ah, ela está irritada novamente.”, e suspiros exasperados podiam ser ouvidos por todo o lugar.

Como isso aconteceu várias vezes já, os guardas da prisão também tinham uma atmosfera de renúncia conforme eles simplesmente deram de ombros. No entanto, não era como se eles pudessem deixá-la sem nenhuma palavra de advertência.

“Hey, acalme-se um pouco, pode ser?” (Guarda da Prisão)

O tom do guarda foi um pouco suave, provavelmente porque a aparência de Crouch era claramente a de uma criança. Enquanto ela certamente era um inimigo, ele ainda se sentia inábil para unilateralmente tratar uma criança como alvo de ressentimento.

“Uu ~ Chame Hiiro aqui-nya ~” (Crouch)

“Eu já te disse que é impossível, certo? Essa pessoa é o salvador do país e é verdadeiramente digno de ser chamado de herói. Sem chance de que eu poderia trazê-lo para este tipo de lugar.” (Guarda da Prisão)

“Nya? Hiiro é assim tão popular nya?” (Crouch)

“Bem, eu acho que sim. Isso é o que todo mundo que o viu lutar diretamente diria. Ainda mais, ele explodiu a ponte por si mesmo, sabia? Para fazer tudo isso por nós [Evila], se não o chamássemos de herói, então do que iriamos chamá-lo?” (Guarda da Prisão)

Os olhos do guarda da prisão brilharam, olhando para a distância com inveja.

“A Ponte!? Sozinho?! Incrível nya… “(Crouch)

Crouch sabia que havia muitas forças mobilizadas para defender a ponte. Para penetrar através de tal defesa sozinho, os olhos de Crouch brilharam com o pensamento de que Hiiro, sozinho, destruiu toda a ponte.

Crouch não duvidava das palavras do homem realmente. Ela era capaz de julgar que ele estava falando sério com base em sua aparência.

“O que é ainda mais surpreendente, é o fato de que essa pessoa era na verdade um [Humas], sabe?” (Guarda da Prisão)

“…heh? O que você quer dizer com [Humas], nya?” (Crouch)

“Bem, parece que ele é capaz de usar Transformação mágica, mas sua aparência original é a de um [Humas]. Ainda assim, pensar que havia uma pessoa assim entre os humanos. Ele é completamente diferente dos de «Victorias». Ah, mas ele também veio originalmente de «Victorias»… será que está tudo bem dizer isso?” (Guarda da Prisão)

“… O que quer dizer-nya?” (Crouch)

O rosto de Crouch ficou sério conforme ela começou a buscar por informações. O guarda, preso em seu próprio mundo, não percebeu. Ele estava bêbado com suas próprias palavras.

“Nada. Apenas que ele parece ter sido invocado juntamente com os heróis”. (Guarda da Prisão)

“…” (Crouch)

“Bem, ele não parece ser um herói. Dizem que ele de alguma forma foi arrastado para a invocação, por isso ele veio parar aqui… Oi, você está ouvindo?” (Guarda da Prisão)

Vendo que ela não estava respondendo, ele ficou curioso e olhou para a cela. Ao contrário de antes, ela estava tranquilamente deitada em cima da palha. Olhando para sua aparência atual, ele teve um momento de realização e recuperou a compostura.

“Droga. Foi tudo para me fazer lhe dizer isso?” (Guarda da Prisão)

Percebendo que ele tinha involuntariamente se animado e vazado informações para o inimigo, o guarda da prisão ficou agitado. No entanto, vendo que ela não estava se movendo, ele imaginou que ela talvez tivesse caído no sono. Ele juntou as mãos em uma oração, esperando em seu coração que a menina Beastmen fosse esquecer tudo. Então, deste jeito, ele continuou com seu trabalho.

No entanto, Crouch não planejava esquecer qualquer coisa sobre aquela conversa. A razão é que agora ela sabia que Hiiro e Tarou estavam conectados.

(Transformação… entendo, nya… então eles eram a mesma pessoa depois de tudo, nya!) (Crouch)

Ela sentiu emoção encher seu coração. Como resultado, aquele desejo de antes, de ver Hirro, ficou ainda mais forte.

Sem mencionar que ela ouviu uma história interessante.

(Não apenas isso, mas e pensar que ele era alguém de outro mundo… que interessante-nya! Hiiro realmente é interessante, nya!) (Crouch)

Crouch sorriu, conforme suas bochechas coraram.

(NN: Temos uma gatinha apaixonada?)

“Nyahaha… Nyahaha… Nyahaha…” (Crouch)

Por um tempo, apenas o seu riso podia ser ouvido ressoando por toda a prisão. Aliás, já que os guardas da prisão achavam a sua voz enquanto ria assustadora, parece que eles permaneceram em silêncio.

Anúncios

38 comentários sobre “KnW Capítulo 154: Uma conversa na prisão

  1. Pingback: KnW Capítulo 154 | Espreom

      1. sim cara, pra vc ter uma ideia eu jogava um RPG, meu personagen era um guerreiro lvl 150.

        um dia eu entrei na dungeon mais difícil do jogo. demorei 1 hora para matar o maldito boss, e ganhei um cajado de mago de classe ultimate(a melhor classe no jogo)

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s