KnW Capítulo 145: O garoto misterioso

Capítulo traduzido de: Entruce Translations.


Involuntariamente Taishi levantou-se e entrou em uma postura de combate. Foi apenas natural. O adversário era um [Evila] e, ainda por cima, uma pessoa que detinha um poder Top-Class. A reação de Taishi era apenas normal.

(Eu sou um herói e na esperança de ganhar o controle dos [Evila], vim para a [Capital dos Demônios · Xaos]. Em seguida, a guerra estourou.)

Quando começou a pensar, ele entendeu que não seria estranho para Teckil vir e matá-lo, uma vez que Taishi era um herói. Tais pensamentos fizeram sua cara empalidecer. Vendo Taishi em tal estado, Teckil deu de ombros.

“Você pode relaxar, não é como se estivesse pensando em matá-lo -su.” (Teckil)

“Oq-, Por quê?” (Taishi)

“Eu não recebi uma ordem como essa -su~.” (Teckil)

“Ordem?” (Taishi)

“Isso mesmo -su. Eu não recebi nenhuma ordem de sua majestade para matar os heróis -su.” (Teckil)

“…” (Taishi)

“Além disso, nesta situação eu acredito que seja melhor se me juntar a vocês, ao invés de me opor a vocês -su.” (Teckil)

“Esta situação… Você sabe onde estamos?” (Taishi)

“Isso é algo que você, que foi trazido para cá, também deveria saber -su.” (Teckil)

Taishi se lembrou do momento que chegou ao local.

Ele foi pego em um grande furacão e quando ele pensou que tinha sido soprado para longe, uma pessoa estranha apareceu na frente dele. Essa pessoa pegou Chika como refém, e como Taishi não tinha meios para usar magia, ele teve que ouvir essa pessoa.

Ele a seguiu obedientemente, e então chegou a uma caverna. O interior era muito escuro; parecia ser como um espaço que bloqueava a luz.

Ele foi levado para um buraco dentro da caverna onde havia um beco sem saída. Na sua entrada, foram estabelecidas grades, juntamente com a estrutura de uma cela de prisão.

Em seguida o homem que os guiou até aqui jogou Chika descuidadamente para o chão e, com raiva, enfiou um punho no abdômen de Taishi; uma intensa pressão fez com que ele caísse de joelhos.

Então o homem virou para Taishi e Chika que estavam agachados e jogou um cobertor para eles. Ele colocou um objeto parecido com uma pulseira no pulso de ambos. Depois, a consciência de Taishi desapareceu.

“O – o que, como foi com você Teckil-san?” (Taishi)

“Apenas me chame Teckil -su.” (Teckil)

“Ah… Teckil você foi pego por esses caras também?” (Taishi)

“Correto -su. Embora, eu não saiba sobre o homem que trouxe vocês dois. Eu sou seu senpai aqui -su.” (Teckil)

Ele disse isso em um tom leve, quase como uma brincadeira. Olhando para ele, era altamente provável que você esquecesse a gravidade da situação.

“Então, quem te trouxe aqui? Você não o conhece? “(Taishi)

“Isso é…” (Teckil)

Naquele momento a grade fez um som barulhento e abriu. Ambos mudaram seu foco de visão para aquela direção. Havia uma pessoa parada ali, ele era o homem que havia trazido Taishi e Chika para a cela. Uma ferida na forma de uma cruz ‘decorava’ seu rosto.

“Ho ~, finalmente, esse homem também acordou” (Pessoa Suspeita)

Ele encarou Teckil e começou a falar. Teckil tinha estado fingindo dormir durante todo esse tempo, depois de dar Judom à informação que ele tinha.

Assim, esse era o seu primeiro encontro com esta pessoa, cara-a-cara.

“Meu senhor está chamando por vocês. Venham comigo.” (Pessoa Suspeita)

Taishi engoliu em seco.

“Uu…” (Chika)

Como se esperando o tempo certo, o outro prisioneiro acordou.

“Chi, Chika!” (Taishi)

“… Ta… Taishi…?” (Chika)

Chika olhou para Taishi com os olhos meio abertos. Conforme ela abriu os olhos, Taishi se sentiu aliviado.

“Excelente. Vocês três, levantem-se rapidamente. “(Pessoa Suspeita)

A pessoa disse a mesma coisa novamente e ficou perto da porta. Taishi cerrou os punhos e considerou atacar a pessoa, mas-

“Não faça isso -su” (Teckil)

Teckil disse em voz baixa.

“Oq-, Por quê?” (Taishi)

“Você não entende -su. Estamos bem no meio do território inimigo. Mesmo eu não sei quantos inimigos estão aqui, então se fizermos um movimento não planejado, não só você, mas aquela criança ali também estará exposta ao perigo.” (Teckil)

“Ah…” (Taishi)

O que Teckil disse era inegavelmente certo. Certamente agora era apenas o homem com o machucado da cruz como o inimigo, mas pode não ser o mesmo do lado de fora, onde pode haver muitos deles à espreita.

Mesmo que eles subjugassem o homem, não havia nenhuma garantia de que eles estariam a salvo depois.

“Além disso, ele é forte -su. Você está pensando em ganhar sem uma arma -su. “(Teckil)

“Bem, há magia, certo?” (Taishi)

“Parece que você não sabe sobre isso -su, então me deixe dizer-lhe -su.” (Teckil)

Teckil sacudiu o queixo e fez um gesto em direção à mão direita de Taishi.

“Essas pulseiras são chamadas de <<Pulseiras Seladoras de Magia>> -su” (Teckil)

“Eh? Isso é uma ferramenta mágica? “(Taishi)

“Elas são semelhantes as minhas algemas” (Teckil)

As algemas colocadas em Teckil eram mais poderosas do que as em Taishi e Chika. Isso significava que eles viam Teckil como uma maior ameaça, mas nesta situação ambos os seus poderes mágicos foram selados.

“Então, e agora? Nesta situação você pode derrotá-lo sem qualquer arma e magia -su?” (Teckil)

“Iss-, Isso é…” (Taishi)

“Além disso, essa garota acabou de acordar. No momento, seria melhor calmamente obedecê-lo para o nosso próprio bem -su.”

Taishi aceitou as palavras de Tekil e deixou seus ombros caírem.

“… Entendido. Chika, você pode se levantar? “(Taishi)

“S-Sim…” (Chika)

Sem entender a situação em que estava ela poderia apenas acenar.

“Eu sei que há muitas coisas que você gostaria de perguntar, mas por agora aguente.” (Taishi)

“Eu quero perguntar, onde é este lugar, o que aconteceu, também sobre essa pessoa, mas não parece ser o lugar certo para isso.” (Chika)

Quando Chika acordou finalmente, julgando que a situação não era favorável, ela concordou.

“O que vocês estão fazendo? Sigam-me rápido.” (Pessoa Suspeita)

Ao ouvir a voz do homem, os três se levantaram e deixaram a prisão.

O lugar que Taishi e outros foram levados era supostamente para ser a parte interior da caverna, mas o lugar era surpreendentemente brilhante. No entanto, não era à luz do sol, mas em vez disso era uma pedra preciosa branco-azulada lançando uma luz forte.

As fontes da forte iluminação eram quatro pedras gigantes. De dentro da caverna brotavam raízes semelhantes às de uma árvore gigante que apoiavam as quatro pedras gigantes, as raízes entrelaçadas se embrulhadas em torno delas.

Havia duas pedras gigantes em cada lado de entrada. Em frente à entrada era as escadas e no topo das escadas, uma cadeira ornamentada como um trono foi erguida.

“Eu estava esperando.” (Pessoa no trono)

Havia uma pessoa sentada no trono e ao seu lado esquerdo estavam duas mulheres paradas próximas do trono segurando algum tipo de papel branco em suas mãos.

“Uma criança?” (Taishi)

Taishi ao ver a figura da pessoa sentada no trono involuntariamente murmurou. Como Taishi viu, havia definitivamente uma criança sentada no trono.

Sua idade parecia ser cerca de 10 anos de idade. Ele tinha cabelo loiro e seu rosto sorridente tinha o poder encantador de capturar o coração de qualquer pessoa, independentemente de seu sexo ou idade.

A palavra ‘bishounen’ não era capaz de expressar isso. Conforme Taishi viu seu rosto, ele pensou que, se o menino fosse aparecer na televisão, ele se tornaria um ‘super-ídolo’ de um dia para o outro.

Mesmo Chika, que estava de pé ao lado de Taishi, olhava para a criança, surpreendida em um espanto sem expressão. (NT: Ela estava espantada, mas não tinha expressão alguma no rosto)

(Ele tem a atmosfera de um personagem que só aparece em jogos) (Taishi)

Taishi, que por reflexo, havia se preparado para caminhar em direção a uma beleza dessas. Se o menino crescesse e se tornasse um adulto, sua beleza seria ainda mais polida e atrairia cada um e todos que o vissem. Taishi engoliu em seco. (NT: Entendi porque o Taishi não escolhe nenhuma garota, ¬¬)

“Vamos, por aqui. Vamos conversar.” (Bishounen)

Como se o garoto entendesse o que os três estavam pensando, ele riu quietamente.

Involuntariamente, as pernas de Taishi começar a caminhar em sua direção, mas no momento em que o rosto de Teckil entrou em sua visão, ele foi trazido de volta à seus sentidos e seus olhos se arregalaram.

“He-, Hey Teckil, o que aconteceu?” (Taishi)

Taishi perguntou-lhe porque Teckil, por algum motivo, estava suando de forma anormal.

Seus olhos estavam muito abertos, como se tivesse visto algo inacreditável.

Depois isso a boca de Teckil, aparentemente tendo língua amarrada em uma única palavra, começou a perguntar fortemente o seguinte.

“D-De jeito nenhum… isso… você nos traiu…?” (Teckil)

Teckil disse essas palavras para a pessoa sentada no trono. Taishi pensou que o menino tinha traído Teckil, então ele estava dizendo essas palavras.

“Eu preciso de uma resposta -su. Será que você nos trair –su… Kiri-chan!? ”

Essa era obviamente uma maneira de chamar alguém próximo de você, por isso, Taishi agora acreditava que seu pensamento estava certo.

“V-Você conhece aquele garoto?” (Taishi)

Em relação à questão, Teckil ligeiramente balançou sua cabeça.

“É diferente… não, não é -su. Eu também sei sobre o menino -su. Mas, a pessoa com quem eu estou falando agora é com você, Kiri-chan -su.” (Teckil)

E assim, a linha de visão do Teckil não caiu sobre o menino, mas em uma das meninas que estava ao lado do garoto. A julgar pelo fluxo de conversa, parecia que ele estava falando para a mulher e não para o menino.

“Está tudo bem para eu falar, Sua Majestade?” (Kilia)

As mulheres suavemente abaixou a cabeça na direção do menino.

“Sim, está tudo bem” (Bishounen)

“Eu expresso meus agradecimentos” (Kilia)

Ela facilmente obteve a permissão e então encarou Teckil.

“Já faz um tempo, Teckil-san” (Kilia)

“… Kiri-chan” (Teckil)

Ele cerrou os dentes e falou com uma voz forçada. Ele fez uma cara desagradável quando descobriu que a mulher era realmente a pessoa que ele conhecia.

“Por que você está em um lugar como este -su? Não era Eveam-sama supostamente a única que você decidiu seguir -su” (Teckil)

“…” (Kilia)

“… Desde o início -su? Você quis trair Eveam-sama desde o início…” (Teckil)

Olhando para ele falar com uma expressão atônita, o menino abriu a boca com uma voz alegre.

“Está tudo bem Nº 05, diga-lhe a verdade.” (Bishounen não tão legal)

“A-…… A verdade? N-Não, deixando isso de lado, o que você quer dizer com Nº 05 -su?” (Teckil)

Olhando para baixo, para Teckil, com um olhar sem frio e sem vida, a mulher tratada como Nº05 falou.

“Eu sou a inteligência especializada Varukaria, identificação Nº 05. A Kilia você conhecia é um artifício que foi feito com a finalidade de se aproximar de vocês. “(Nº 05)

“Oq- O que, do que você está falando -su?” (Teckil)

“Há apenas um líder para mim, e ele é Sua Majestade, sentado bem aqui.” (Nº 05)

“Se- Sem chance…” (Teckil)

Teckil caiu sobre os joelhos conforme ele olhava fixamente para o chão.

“Então, isso significa que a informação que obtive até agora…?” (Teckil)

“Sim. Você se lembrou de que sempre me usou como intermediário e me deu todas as informações. E naturalmente, sempre que minha situação era conveniente, eu a alterava e dava para o país.” (No.05)

O rosto de Teckil tornou-se cada vez mais pálido.

“E-E, as informações sobre o [Gabranth] e [Huma] tendo acordos secretos, e que a conferência tinha uma trama escura por de trás…?” (Teckil)

“Sim, eu disse-lhes a informação que foi conveniente para nós” (Nº 05)

Ele cerrou as mãos que estavam agora no chão.

“E – e sobre a conferência!? E sobre Demon Lord-sama !? E sobre [Xaos]!? ” (Teckil)

“Esteja seguro que, durante a conferência, um episódio inesperado ocorreu. Bem, deixando esse assunto de lado, Eveam e a [Cidade Demônio] estão de alguma forma seguros” (Nº 05)

Teckil suspirou profundamente enquanto se sentiu exausto por todo seu esforço.

“Bem, estas obras são feitas por pessoas, por isso sempre haverá erros Teckil-kun” (Bishounen realmente idiota)

O menino ainda não tirou o seu sorriso do rosto. Era como se ele estivesse mesmo apreciando o erro que Teckil tinha feito.

“… É isso mesmo, o maior problema aqui foi você -su.” (Teckil)

Ele começou a encarar o garoto.

“Ahaha, você é assustador. É errado olhar para mim com os olhos desse jeito. Mesmo assim, parece que eu ainda sou seu chefe. “(Bishounen realmente idiota )

“Kuu…” (Teckil)

Taishi, quando viu os dois se encararem, falou suavemente.

“H-Hey Teckil, quem é esse garoto?” (Taishi)

“…” (Teckil)

“Hmhmhm, fala sério, me diga Teckil” (Taishi)

Taishi olhou para o garoto e mais uma vez olhou para Teckil. Teckil exalou profundamente e abriu lentamente a boca.

“Ele é… o Demon Lord.” (Teckil)


Anúncios

7 comentários sobre “KnW Capítulo 145: O garoto misterioso

  1. bem, no momento em que vi ele eu ja suspeitei que ele seria o antigo rei demônio que supostamente teria sido morto, mas agora eu não me lembro se ele era o pai ou se era o irmão de Evean, mas deixando isso de lado, essa descrição dele no trono e tals, eu imediatamente me lembrei da primeira aparição do tact do tate no yuusha \o

    Curtido por 1 pessoa

    1. Q estranho!? “20 DE SETEMBRO DE 2015 ÀS 01:22″~~~ prq seu relógio e data estão dizendo q vc comentou amanhã? sendo q nesse momento são 22:54 do dia 19/09/2015???

      Enfim, nice cap. obrigada!

      Curtir

      1. hm…… eu tenho o wordpress a pouco tempo então n entendo muito, mas pelo que vejo vc esta postando isso 20 DE SETEMBRO DE 2015 ÀS 01:54, então acho que provavelmente seria o relógio do wordpress dele que esta desregulado? ou talvez seja outro motivo

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s